Seguidores

18 de janeiro de 2010

Como Consegui Minha Primeira Notícia Popular

A idéia deste texto é partilhar uma experiência. Penso que muita gente deve se perguntar como se consegue isso, assim como eu fiz no início. Não tenho como afirmar que o que funcionou comigo, vá funcionar com você. Mas pode ser um caminho.

Quando entrei no diHITT e comecei a publicar minhas notícias, tinha criado meu blog recentemente e meus conhecimentos sobre blogs em geral eram muito precários.

Devo confessar também que fiz as primeiras publicações sem avaliar muito o Site, método este que não aconselho para ninguém, já que muitas vezes dificulta o entendimento das coisas.

O fato é que publiquei a minha primeira notícia, apenas para vê-la passar “lotada” pela primeira página das “Últimas Notícias”, saindo de lá com apenas um voto, o meu.

Continuei este processo com outras postagens e o resultado era praticamente o mesmo. Às vezes conseguia uns 2 ou 3 votos, mas o resultado não parecia satisfatório.

Foi então que tardiamente comecei a avaliar o Site e descobri a página das Notícias Populares, cujos “frequentadores” tinham uma votação expressiva.

Dia após dia fiquei analisando esta página e tive a impressão que os amigos que ali apareciam, com raras exceções, eram sempre os mesmos. Comecei a visitar seus blogs e me deparei com muitos artigos interessantíssimos.

Estas visitas me levaram a algumas reflexões. Como era nova neste universo, a primeira coisa que pensei é que eles escreviam melhor do que eu e que meus textos não eram bons o suficiente ou que não eram do interesse das pessoas.

Foi então que num momento de extrema dúvida se devia continuar com a brincadeira ou simplesmente “chutar o balde”, foi que descobri que podia comentar as postagens alheias.

E comecei a fazer isso. No começo bastante insegura, sem saber qual seria a aceitação da minha opinião. Pensava comigo: e se escrever uma bobagem e for vaiada? E se discordar de alguém e a pessoa ficar magoada?

Mas já tinha decidido tentar. Afinal, o que eu queria mesmo era expressar minha opinião por escrito, se num blog ou em outro lugar naquele momento não fazia a menor diferença.

E foi a partir desta decisão que as coisas começaram a acontecer. Tive uma receptividade inesperada, comecei a me sentir mais segura e continuei.

Os amigos começaram a surgir, alguns corações generosos descobriram meu blog e apareceram os primeiros comentários nas minhas postagens.

Começaram a chegar os primeiros seguidores, tanto no Site, como no meu próprio blog. Também adquiri o hábito de seguir os blogs que visitava quando gostava do conteúdo, depois que descobri que podia fazer isso, é claro.

Mas não pensem que foi rápido. Comigo foi um processo relativamente lento, mas recheado de emoções. A cada novo amigo, seguidor, voto ou comentário eu ficava toda alegrinha, porque percebia claramente a evolução das coisas.

E aprendi que blogar e compartilhar são sinônimos, uma via de mão-dupla, uma troca incessante de idéias, conhecimentos, sentimentos e emoções. Já me sentia “em casa” no Site.

Foi então que aconteceu. Inesperadamente. Sem aviso. Abri meu-email um certo dia e estava lá: “sua notícia foi promovida para a categoria de notícias populares”.

Confesso que nestas alturas já tinha até esquecido esta coisa de popularidade da notícia, tão entretida estava em ler, comentar e participar. Fiquei encantada! Emoção pura!

Alguns podem achar exagero, mas eu me lembro bem o que senti, até porque não faz tanto tempo assim. Lembro que fiz uma postagem sobre isso que imediatamente se tornou popular também.

E aí, quando ainda estava curtindo este acontecimento, voltei a “estaca zero”. Tudo parou. Então pensei, deve ter alguma coisa errada. E pasmem, só então descobri que podia indicar minha própria notícia. Por qualquer razão, acreditei que só podia usar as indicações para divulgar as postagens dos amigos.

A partir daí, nunca mais parei de ler e comentar os posts dos amigos com carinho, zelo, e dependendo do tema, com uma certa profundidade. Faço isso, independentemente de qualquer motivo, apenas porque descobri que adoro comentar.

Tem dias que estou sem assunto para escrever, então fico apenas fazendo visitas e dando opiniões, já que nos blogs dos amigos sempre encontro assuntos interessantes, que podem proporcionar boas reflexões ou simplesmente momentos de alegria e descontração.

Aproveito esta postagem para agradecer aos amigos por toda a paciência que tiveram comigo, por tudo que aprendi com eles e por todo apoio que recebi. Pude conhecer alguns corações generosos que se preocupam em receber quem está chegando, com carinho e afeto.

E espero que esta postagem seja útil para você. Sei como é difícil, quando a gente chega num lugar e se sente apenas como um ilustre desconhecido.

Cada caso é um caso, e o que funciona com um, não quer dizer que funcione com o outro. Mas quem sabe, a partir da minha experiência pessoal, você possa encontrar seu próprio caminho.

Desejo muito sucesso para você!

55 comentários:

  1. Adorei o Post, vo^cê realmente encara ter um blog da mesma forma que eu. Não importa popularidade, o que importa é dividir.

    Acredito que Compartilhar seja o melhor sinônimo para Internet.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Exatamente isso que está acontecendo comigo!! eu me sentia bem assim, na realidade ainda me sinto assim as vezes, como se eu escrevesse muito mal ou como os meus textos fossem ilegíveis as outras pessoas...

    parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Denize. Você conseguiu reunir neste post tudo aquilo que sentimos ao chegar e começar a participar do DiHITT. A gente sempre pensa que está sozinho nas dúvidas e você mostrou que não.
    Tenho certeza que vai servir de incentivo para muitos amigos.
    Beijos
    Bel

    ResponderExcluir
  4. Ótimas dicas, eu me lembro do seu post e fiz um comentário.
    O Dihitt, as vezes, tem uns erros que prejudicam nossos artigos, mas no geral é bom de usar.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns Denize, acontece exatamente a mesma coisa comigo. Muito legal você postar sobre isto.
    Beijo enorme no coração

    ResponderExcluir
  6. Denize,

    Muito legal e muito bem elaborado o seu texto.

    Eu acredito que todos os "novatos" no dihitt, ou em qualquer outro lugar, sintam-se um pouco perdidos.

    Eu nem lembro como cheguei ao dihitt, mas acredito que estava em busca de algum assunto e cliquei no link do dihitt através do google.

    Como sou muito curiosa, quis logo saber do que se tratava, e no mesmo dia já estava me cadastrando.

    Também não conhecia as regras direito, e as minhas primeiras (várias) notícias não foram a popular, mas aí vi que a maioria das pessoas tinham Blog, e eu resolvi criar um Blog especial para entrar no dihitt, pois já possuía alguns Blogs e sites.

    Também não sabia sobre as indicações, e isso eu confesso que faz pouco tempo que descobri... hehehehe

    Mas acredito que todos acabam entendendo o funcionamento do site e logo acabam participando de tudo.

    Adorei!

    Bjs.

    Rosana.

    ResponderExcluir
  7. Exatamente. O mais legal da Blogosfera é poder interagir com pessoas com ideias e pensamentos interessantes. Também gostei muito quando tive minha primeira notícia como popular.

    Saudações.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela postagem, gostei de seu relato e acho que a rede dihitt é mais do que compartilhar noticias apenas e ser popular, nós compartilhamos também conhecimentos, opiniões e diversas coisas que automaticamente nos colocam num rank bom e sem precisar fazer algo forçado você se torna popular.

    Parabéns e que você seja sempre popular e tenha idéias para compartilhar conosco.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Denize!

    Que ótimo artigo este seu! Se bem que isso não é novidade, você sempre escreve de uma forma tão interessante que a gente chega ao final do artigo sem conseguir tirar os olhos da tela!

    Já conversamos um pouco sobre o diHITT. Sempre coloco meus novos artigos no diHITT. Sempre recebo um número razoável de votos, mas longe de ser suficiente para torná-lo popular. Só consegui isso com a sua indicação.

    Assim, entendo que a indicação de uma pessoa conhecida e conceituada na comunidade conta muito. E isso faz sentido: se alguém conceituado faz a indicação, isso significa que o artigo tem qualidade.

    Mas, muitas vezes fico surpreso em ver notícias sem a menor importância sendo promovidas ao status de popular. Nada é perfeito.

    Adorei as suas dicas! Já tentei algumas delas, mas outras são novidades e vou tentá-las.

    O mais importante é mesmo manter-se ativo na comunidade, seja visitando, votando ou comentando. Isso toma tempo mas é uma ótima forma de aumentar sua rede de relacionamentos.

    Parabéns pelo ótimo artigo!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post, parece muito com a minha historia, tneho blog a pouco tempo e poucos acessos, sendo que não importava com popularidade não, e sim com o conteudo e que utilidade a minha postagem poderia influenciar na vida de alguem.Quando entrei no dihitt, as coisa smudaram, meu blog passou a ser mais acessado e comentados, adoro sempre dividir conhecimento pois aprendemos a cada dia.
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Olá Denize,

    Minha experiência com o diHITT foi parecida com a sua. Mas algumas das minhas notícias só se tornaram populares quando escrevi sobre algo mais voltado para a internet.

    Como disse o Adelson, é engraçado que muitas vezes vemos notícias de pouca importância classificadas como popular. Mas acho que é assim mesmo, isso pode acontecer.

    Já escrevi artigos que imaginei que se tornariam populares, mas tive poucos votos. Outros se tornaram e nem imaginei que tinham esse potencial, vai entender :D

    O bacana de seu texto é que ele dá uma visão geral sobre o que cada novo dihittiano acaba passando, ótima experiência!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom o seu texto, você está de parabéns por mostrar como se deve tratar um blog.

    Sucesso.

    ResponderExcluir
  13. Sempre é bom ser um referencial e multiplicador de experiências, valeu a dica espero chegar lá um dia, o quanto antes melhor, Parabéns... OK

    ResponderExcluir
  14. Poxa que bacana a descrição da experiência no diHITT. Eu mesmo estava perdidão também, e realmente, quando passamos a conhecemos o potencial de uma ferramenta, conseguimos ir muito mais além do que imaginávamos :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o seu depoimento.
    Esse mundo novo de saber o que compartilhar e como compartilhar.
    A melhor maneira é fazer com prazer.
    Fazendo com muita dedicação e sem neuras com o sucesso, glamour.
    As coisas fica um pouco mais fácil....
    Parabéns por esse artigo.

    Sucesso

    ResponderExcluir
  16. OI, Denize, eu não fiz nada para chegar a ter uma notícia popular. Quando isto aconteceu eu levei um susto, pois nem tinha essa pretenção. Mas que foi uma sensação muito agradável, não resta a menor dúvida.
    Excelente o seu artigo.
    Parabéns!
    João

    ResponderExcluir
  17. "O Sistema é bruto pra qualquer um!" - diz o bordão de um programa local.
    Eu aprendi logo esse negócio de indicação e vi logo que quanto mais amigos eu estiver ao indicar minhas notícias elas iriam chegar a um número maior de pessoas, mas ainda não me liguei nesse negócio de notícias populares.
    --------------------------------------------------
    http://duventublog.blogspot.com/

    Levi Ventura

    ResponderExcluir
  18. Já faz algum tempo que participo do diHITT, mas é agora que tô participando mais de lá, e tô me sentindo exatamente assim, perdido.

    Parabéns pelo blog. Já to seguindo

    ResponderExcluir
  19. Também penso como você, Renan! Acabei descobrindo que a popularidade é consequência da participação e acaba acontecendo naturalmente. E a Internet nos proporciona essa possibilidade de trocar idéias, nos descortina novos mundos, tem uma diversidade muito rica e assim vamos adquirindo novos conhecimentos, uma visão mais abrangente das coisas. Compartilhar é tudo de bom! Grande abraço, amigo! Denize

    ResponderExcluir
  20. Oi Mariana, não se sinta assim. Você viu que leva um certo tempo para que as pessoas reconheçam nosso trabalho. E a participação ajuda bastante para que a gente se torne mais conhecido. Tenha calma, que acaba dando certo! Bjs Denize

    ResponderExcluir
  21. Obrigada, Bel! A idéia desta postagem é incentivar mesmo quem está chegando. Acredito que todos temos dúvidas e uma certa insegurança, quando nos lançamos ao desconhecido. Como não tenho problema em revelar minhas dificuldades, resolvi tentar demonstrar que apesar das dificuldades naturais de qualquer empreitada, podemos superar os obstáculos e encontrar nosso próprio caminho, rumo a realização dos nossos objetivos. E penso que partilhando nossas experiências, podemos melhorar a cada dia... Bjs Denize

    ResponderExcluir
  22. Eu também lembro do seu comentário, Catarino! E concordo, que apesar dos erros que acontecem eventualmente, o diHITT é uma ótima ferramenta de divulgação. Grande Abraço. Denize

    ResponderExcluir
  23. Oi Valéria! Funciona, não é mesmo? A gente vai deixando de ser desconhecido através dos comentários e naturalmente as coisas começam a acontecer. Bjs

    ResponderExcluir
  24. Oi Rosana!

    Adorei a descrição da sua entrada no Site. Mas acho que você teve menos dificuldades do que eu, já que tinha conhecimentos sobre blogs.

    Eu lembro que apenas tinha criado o meu, devia ter no máximo umas três postagens escritas e saí tentando divulgar, vê se pode...rs.

    Quando descobri o Site, ao invés de fazer uma avaliação, pelo menos básica, comecei a publicar os links sem a menor noção do que estava fazendo, e ainda fiquei surpresa quando nada aconteceu. É a velha história das pessoas que pegam o ônibus lotado e querem lugar na janela...rs.

    As indicações foram outro problema. Eu indicava as postagens dos amigos, já que não sabia que podia indicar as minhas também, e não tinha idéia onde essas indicações iam parar. Só muito mais tarde descobri a página das notícias indicadas para mim, que nem usava, já que não sabia que existiam.

    Por isso que aconselho, não sigam meu exemplo, avaliem, antes de sair fazendo as coisas...

    Mas também penso como você, todos ficamos um pouco perdidos no início, quando estamos num ambiente novo, mas acabamos sempre aprendendo...

    Já liberei seu comentário no meu blog. Obrigada, tá?

    Bjs

    Denize

    ResponderExcluir
  25. Concordo, Matheus! O mais legal da blogosfera é a interação. E a sensação de ter a primeira notícia na página das populares é ótima, né? Abs Denize

    ResponderExcluir
  26. Obrigada, Wesley e concordo com tudo o que você disse. Não precisa forçar nada mesmo, as coisas acontecem naturalmente através da interação e da participação. Grande Abraço Denize

    ResponderExcluir
  27. Obrigada Adelson! Você salientou um ponto interessante. A indicação de pessoas populares ajuda mesmo a divulgar o trabalho de quem é desconhecido. Mas nem sempre. A notícia indicada tem que ter qualidade e tem que ser de interesse das pessoas, que foi o que aconteceu no caso das suas postagens que indiquei.

    Mas depende de outros fatores também, da velocidade com a qual os votos surgem ou que outros assuntos estão na rede naquele momento.

    Veja o meu exemplo, mesmo já sendo razoavelmente conhecida, já tive notícias que "encalharam".

    O importante mesmo é a participação, a partir daí tudo acontece...

    Grande abraço, amigo!

    ResponderExcluir
  28. Partilhamos da mesma opinião, Maria. Minha maior preocupação é com a utilidade do que escrevo. E no meu caso também. o diHITT também aumentou consideravelmente as minhas visitas. Antes tinha a nítida impressão que o meu Blog estava suspenso no meio do nada...rs.

    A troca de idéias e conhecimentos para mim é a melhor parte dessa coisa de ser blogueira. Participar tem sido o melhor caminho, o resto é consequencia. Bjs

    ResponderExcluir
  29. É verdade Iuri, quando mais abrangente a notícia e quanto mais interessante para a maioria, mais fácil dela se tornar popular. Mas claro que ela tem que ser bem escrita também, porque a quantidade nessas áreas de internet e blogs é imensa, pelo que pude observar.

    Essa questão da qualidade das notícias me dá o que pensar também.

    Mas vejo que no meio de tanta diversidade de publicações, temos os mais variados gostos também. E acho isso ótimo, seria muito chato se fôssemos todos iguais. Então, o que pode ser interessante para mim, pode ser desinteressante para o outro e vice-versa.

    A maneira como o Autor escreve influencia também. Tem gente que consegue pegar um assunto banal e bobo, e criar maravilhas com ele, a ponto de você não conseguir parar de ler. Essa é uma postagem de qualidade? Provavelmente não. Mas é ótima de apreciar.

    Então não sei. Ainda não consegui ter uma opinião formada sobre isso. Acho que pode ter lugar para tudo, postagens sérias, de humor, sobre comportamento, meio-ambiente, política, etc e até de vez em quando, um pouco de "abobrinha". Claro que se em algum momento, as abobrinhas predominarem, vou começar a me preocupar...

    Poder contribuir com a minha experiência pessoal para ajudar de alguma forma, foi o objetivo dessa postagem. Espero estar conseguindo...

    Grande Abraço

    Denize

    ResponderExcluir
  30. Obrigada Pleonasmo! A idéia foi mesmo tentar contribuir um pouco com minha experiência pessoal neste assunto. Abs Denize

    ResponderExcluir
  31. Obrigada, Charles! Também acho boa a idéia de aprendermos com a experiência dos outros. Aí percebemos que não estamos sozinhos, e não somos os únicos a ter dificuldades quando ainda não conhecemos bem o ambiente. Abs Denize

    ResponderExcluir
  32. Denize,

    Não pretendo em alongar muito nesse comentário, porque, se não me engano, você votou, leu e não lembro se comentou, um post que intitulei "O Popular". Por coincidência, virou popular, sem que eu fizesse nenhuma ação nesse sentido. Acho que quase tudo o que penso sobre o fato de querermos ser um alguém na multidão foi dito nesse post. Eu gosto muito da forma que você escreve.

    ResponderExcluir
  33. Muito obrigado pelas dicas, Denise, são de uma imensa utilidade.
    Um forte abraço,
    Jorge

    ResponderExcluir
  34. Oi Paulo, obrigada! Você tem razão, quando conhecemos o potencial da ferramenta, com certeza vamos utilizá-las da melhor maneira. O ideal é fazer uma avaliação e não sair fazendo as coisas que nem "doida", como eu fiz. Abs

    ResponderExcluir
  35. Oi João! Obrigada, amigo! Como disse no texto, cada caso é um caso. Com você pelo visto foi diferente, mas eu continuo com a certeza que se não tivesse me tornado mais participativa, continuaria vendo minhas postagens passarem lotadas...rs. Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  36. Oi Levi, então você avaliou melhor do que eu, já que demorei para descobrir que podia indicar minhas próprias notícias. Essa questão dos amigos que você citou, pode ajudar também. Abs

    ResponderExcluir
  37. Oi Willians, você viu só como não é só com a gente que isso acontece? Aos poucos vamos aprendendo! Obrigada por seguir... Abs

    ResponderExcluir
  38. Oi Herval, então com você funcionou diferente. Mas eu também lembro que fui ler a sua notícia depois de um comentário muito legal que você deixou numa postagem minha. Ainda não tinha achado seus ótimos textos...

    Abs

    ResponderExcluir
  39. Oi Jorge, fico feliz que esta postagem tenha sido útil para você. Abs

    ResponderExcluir
  40. Oi Wesley, adorei teu comentário! é isso! Naturalmente vamos conquistando nosso espaço sem precisar fazer algo forçado para ser popular! Abs

    ResponderExcluir
  41. Denize querida, com 1 mês e meio de Dihitt, vira e mexe ainda descubro alguma funcionalidade que desconhecia.
    Mas no começo foi exatamente como você, não sabia que podia indicar meus artigos e nem sabia que poderia ver quem votou neles !! kkk
    Mas com o tempo, venci a timidez e fui aprendendo a comentar nos artigos que me interessam, sempre comento lá e no blog, pois acho que é a melhor conduta para prestigiar quem merece, e com esta troca meu blog, fazendo hoje 2 meses está cheio de amigos queridos e comentários maravilhosos !
    Sua experiência com certeza ajudará quem está ingressando agora no site.
    Excelente post !
    Grande beijo !

    ResponderExcluir
  42. Ola.
    Fiz um cadastramento no Dihitt e estou com o mesmo sentimento que você teve no início.
    Estou engatinhando, aprendendo as coisas do blog.
    Este é o primeiro comentário que realizo.
    Estou seguindo o caminho que você indicou.
    Abs.,
    Glauco Marchezin

    ResponderExcluir
  43. Denize, amei o seu texto e a sua atitude!!!
    Pode parecer bobagem mas até me emocionei com esse breve texto.
    Eu ingressei a pouco tempo no diHITT e fiquei super feliz c a minha primeira notícia q tornou-se popular!
    Depois as coisas foram fluindo e pouco tempo depois recebi 2 recados parecidos q diziam: vote em mim p eu tb me tornar popular.
    Na ocasião votei e dei algumas dicas p as pessoas.
    Por isso este texto é importantíssimo!!!
    A sua história tb me emocionou e me fez rir, na parte em q vc diz: voltei a estaca zero. Rsrsrs.
    Realmente pensamos: Ué, mas eu não estava no caminho certo!?!
    Parabéns mais uma vez!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  44. Parabéns pelo post precisava ler sobre isso, pois estava preste a desistir do meu blog. Não é todo dia que estamos inspirados a escrever.
    Entrei recentemente no diHITT e estou adorando em 02 dias ja tenho alguns posts votado.

    Sucesso

    bjs

    ResponderExcluir
  45. Olá querida,

    excelente post. Num primeiro momento pode parecer que os comentários são inócuos, mas qualquer comentário é sempre bem vindo.

    Abraço.

    Paulo

    ResponderExcluir
  46. Oi Denise,
    Eu me lembro muito bem deste momento...achei muito engraçado.
    Saiba que me inspirei um pouco em você quando comecei a comentar as noticias diversificadamente, o que custei a fazer por insegurança.
    Que bom nos fazer rememorar este fato.
    Gostei.
    Beijão.

    ResponderExcluir
  47. Olá! querida, tudo bem? muitp legal e interessante seu texto! Gostei bastante do seu Blog e vou segui-la! Sua explicação é ótima e seu "jeito" de contar/falar nos deixa encantados!
    Parabens por dividir e pela sinceridade tornando - a ainda mais especial!
    caso não conheça meu Blog dê um pulinho e me diga oq acha www.amojoias.com
    bjinhus

    ResponderExcluir
  48. Achei sua abordagem legal, me fez pensar, as vezes leio as noticias, dificilmente comento, independente que eu seja içado a categia popular, vou interagir mais! valeu pelas dicas.

    ResponderExcluir
  49. exatamente isso que está acontecendo comigo estou completamente perdida ,por acaso encontrei o dihitt e cadastrei eu nao sei o que exatamente da para publicar alguém ai pode me dar dicas..bjs grande sucesso..

    ResponderExcluir
  50. Que bom e esclarecedor seu post , eu mesmo toh toda perdida aqui ... e adorando ler tudo de todo mundo , qdo entra alguém na listinha de seguidores ... nossa fico feliz da vida :o)
    Boa Noite !
    XOXO

    ResponderExcluir
  51. Parabéns pelo excelente texto, fiquei feliz em vê-la descrevendo o que estou vivendo neste momento, é muito gratificante fazer parte do mundo dos blogs e poder ajudar e ser ajudado, assim como, agradar e ser agradado.

    Nascimento

    ResponderExcluir
  52. Muito legal, o que escreveu em janeiro é o que comecei a sentir depois de maio quando criei meu blog com este mesmo anseio, o de escrever e alguém ler e compartilhar comigo, gostei mesmo. Um comentário é tudo que faz um blogueiro feliz, mais ainda estou no começo e falta tempo para blogar mais, mas chego lá. Obrigado pelas dicas. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  53. Saudações Denize,

    O texto é fascinante, muito bem elaborado, gostoso de se ler, um verdadeiro e sábio exemplo aos que estão começando.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  54. Eu li e reli esse texto, não porque não tenha entendido, mas porque ele é como aqueles livros de cabeceira que servem para nortear a gente. Obrigada!

    ResponderExcluir
  55. Oi eu estava com observando a mesma coisa.
    você tem toda a razão, acho que esse é mesmo o melhor caminho.
    Obrigado pelo texto.
    e felicidades.

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante e esse espaço é seu. Aqui você pode concordar, discordar, ensinar, enfim, passar a sua visão e experiência de vida. E sempre procuro responder a todos.

Só tem um detalhe: comentários agressivos e com palavrões não serão publicados, porque vão de encontro à proposta deste blog, que é contribuir ainda que modestamente, para a Paz e Harmonia.

Desde já agradeço a atenção.